Topo
Ju Ferraz

Ju Ferraz

Categorias

Histórico

Matheus e Kauan falam o que pensam sobre o sertanejo feminino - e feminista

Ju Ferraz

24/08/2018 19h14

Unidos pelo sangue e pelo sertanejo, Matheus e Kauan desenvolveram o gosto pela música ainda na infância, lá em Itapuranga, em Goiás. Encantados pelo som da viola, os irmãos se uniram em 2010 e iniciaram a trajetória profissional, e, em 2018, completaram oito anos de carreira e muito sucesso. Mas, certamente, mesmo em seus sonhos mais distantes, eles nunca pensaram que iriam chegar tão longe: eles foram escolhidos para agitar as milhares de pessoas que se reúnem anualmente em Manhattan, em Nova York, para celebrar o brazilian day. Este ano, a data escolhida foi o 2 de setembro, e o local o de sempre: o coração da Little Brazil, na rua 46th. "Estamos preparando um show bem especial, com os nossos maiores sucessos e outras músicas de nossa carreira. Queremos levar um pouco do Brasil para esse pessoal que está há tanto tempo longe de casa. Espero que eles curtam bastante!", contou a dupla, em entrevista exclusiva para o blog da Ju Ferraz. Conversamos ainda sobre carreira, como se manter no topo do sucesso, e, claro, sobre os novos nomes e vozes poderosas de mulheres em um ambiente que, por muito tempo, foi dominado pelos homens.

Matheus e Kauan (Foto: Cadu Fernandes)

As irmãs Galvão, Roberta Miranda, Sula Miranda, Paula Fernandes… Eram poucas as representantes do universo feminino no fechado – e muito rentável – mercado sertanejo. Mas, ainda bem, esse cenário mudou e, hoje, nomes como Marília Mendonça, Simone e Simaria, Maiara e Maraísa, Naiara Azevedo e muitos outras artistas se destacaram e ocupam um lugar não mais de coadjuvantes, mas de rainhas absolutas do gênero. Por isso, com a oportunidade de conversar com Matheus e Kauan, uma das duplas masculinas mais importantes do gênero – e que eu adoro! – não poderia deixar de tocar neste assunto. Vem ler!

Ju Ferraz: Por que as mulheres demoraram tanto tempo para ocupar este espaço no sertanejo?
Matheus e Kauan: As mulheres são muito talentosas e esse reconhecimento que vem acontecendo é mais do que merecido. A sociedade mudou em vários aspectos de uns tempos para cá, e isso ajudou muito. O cenário musical foi se abrindo cada vez mais, e hoje temos muitas mulheres fazendo seu nome no sertanejo.

Ju Ferraz:  Como é a relação de vocês com essa nova cara feminina do sertanejo?
Matheus e Kauan: Temos muitos amigas que estão fazendo sucesso no meio e torcemos muito por elas. Maiara e Maraísa, Marília Mendonça, Simone e Simaria, são apenas alguns exemplos. Elas trazem ainda mais força para o ritmo e ajudaram a tornar o sertanejo um fenômeno em todo o Brasil. Fico muito feliz de poder dividir esse espaço na música com elas.

Matheus e Kauan (Foto: Cadu Fernandes)

Ju Ferraz: De que forma as mulheres influenciam na música de vocês?
Matheus e Kauan: Somos influenciados positivamente por todas as mulheres que são essenciais nas nossas vidas e também por nossas fãs. Desde o início de nossa carreira, nossa mãe nos apoia e dá forças para seguirmos em frente. Nossas esposas também dão todo o suporte e amor para que sigamos realizando nossos sonho. Além disso, grandes cantoras influenciam o nosso modo de compor e fazer música.

Ju Ferraz: Por que o sertanejo é um dos gêneros de maior sucesso do Brasil há tanto tempo? Qual o segredo?
Matheus e Kauan: O sertanejo costuma falar muito da vida real, do dia a dia, e as pessoas se identificam! Contamos histórias que podem acontecer ou já aconteceram com qualquer um, e isso faz com que as pessoas se identifiquem e queiram ouvir e cantar junto.

Ju Ferraz:  Quais as dicas para se manter relevantes na carreira?
Matheus e Kauan: Na música, nós procuramos estar sempre nos atualizando, ligados nas novidades do mercado e nas influências externas. Acredito que isso se aplique também ao mercado de trabalho em geral. A dedicação também é essencial para alcançar o sucesso em seu trabalho.

Ju Ferraz:  O que o Matheus e Kauan antes da fama diria para a dupla de sucesso de hoje?
Matheus e Kauan: Trabalhem duro e não desistam dos seus sonhos, mas continuem se divertindo fazendo o que vocês amam. Confiem em Deus e se dediquem que vai dar tudo certo!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

A baiana Ju Ferrazcomeçou a carreira em Salvador como assessora de imprensa, até migrar para São Paulo, onde trabalhou em diversas empresas de comunicação, criando produtos editoriais exclusivos, projetos especiais de cross media e produção de eventos. Atualmente é diretora comercial, novos negócios e de relações públicas da Holding Clube. Mais do que uma executiva competente, com anos de experiência nas mais diversas plataformas, Ju é a mulher real que não tem medo de se jogar de cabeça em novos projetos e novas ideias ou de expor suas fraquezas. E mais: está longe de se transformar em uma figura idealizada descolada da realidade.

Sobre o blog

Um espaço para pensatas, conversas, divagações e troca de experiências sobre o que é ser mulher nos dias de hoje.