Topo
Ju Ferraz

Ju Ferraz

Categorias

Histórico

No Dia da Mulher, entendi que o que toda mulher precisa é de coragem!

Ju Ferraz

08/03/2019 09h32

Como diria Simone de Beauvoir, a gente não nasce mulher, a gente se torna mulher. E eu tenho cada dia mais orgulho da mulher que eu construí pra mim mesma, da mulher que eu me tornei e das mulheres que eu tenho ao meu redor. A começar pela minha mãe, que me criou, me fortaleceu e segue sendo meu esteio, meu norte e meu porto seguro, passando pela minha avó, que me ensina tanto, há tanto tempo, minha tia Monique Gardemberg, que sempre me fez voar, me incentivou e me pegou pela mão, pelas profissionais que já passaram pela minha vida e as que hoje fazem parte da minha equipe, pelas minhas amigas, conhecidas, desconhecidas… No fim das contas, toda mulher é uma inspiração, toda mulher carrega seu fardo, suas dores e delícias e todas tem alguma coisa para nos ensinar. Neste dia das mulheres, resolvi olhar para a menina que eu fui – e que ainda sou – há algumas décadas atrás e trazê-la para perto de mim, hoje, para que ela visse aonde eu cheguei. Aonde nós chegamos.

Eu não sonhava em casar, em constituir família, eu sonhava em ser uma grande executiva, morar em São Paulo e conhecer o mundo. Hoje eu estou em São Paulo, sou uma executiva respeitada e, mais do que isso, constituí uma família que me faz sentir uma mulher ainda mais especial. Meu marido, Bruno, e meu filho, Matheus, são parte de mim e de quem eu sou, e, eu só tenho que agradecer pela chance de ser mulher e mãe. Hoje, 30 anos depois, olho para onde estou e percebo que sigo com milhões de lutas internas, dificuldades e grandes vitórias, como foi em toda minha vida. Desde que eu era uma menina e até hoje, e acho, que vai ser assim até o fim dos dias. Pois viver é isso, não, é? Mas hoje, olhando aquela menina de 30 anos atrás, eu só diria pra ela que tudo o que ela vai precisar nesta vida vai ser coragem. Coragem para seguir em frente, para se superar, pra não ter medo, para não acreditar no que as pessoas falarem a seu respeito e, principalmente, coragem de ser verdadeira com ela mesma. Coragem. O que toda mulher precisa – e tem de sobra, mesmo quando parece faltar – é coragem. Viva nós!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

A baiana Ju Ferrazcomeçou a carreira em Salvador como assessora de imprensa, até migrar para São Paulo, onde trabalhou em diversas empresas de comunicação, criando produtos editoriais exclusivos, projetos especiais de cross media e produção de eventos. Atualmente é diretora comercial, novos negócios e de relações públicas da Holding Clube. Mais do que uma executiva competente, com anos de experiência nas mais diversas plataformas, Ju é a mulher real que não tem medo de se jogar de cabeça em novos projetos e novas ideias ou de expor suas fraquezas. E mais: está longe de se transformar em uma figura idealizada descolada da realidade.

Sobre o blog

Um espaço para pensatas, conversas, divagações e troca de experiências sobre o que é ser mulher nos dias de hoje.