menu
Topo
Ju Ferraz

Ju Ferraz

Categorias

Histórico

O que você deseja para o resto da sua vida? Aos 38 anos, eu descobri

Ju Ferraz

09/02/2019 02h02

09 de fevereiro de 2019. O dia que eu completo 38 anos. Trinta e oito voltas inteiras ao redor do sol. E, pensando nessa imagem, penso também na numerologia do 38: 3 + 8 = 11. 11 é um número de forte magnetismo e caracteriza as pessoas idealistas, inspiradoras, inventivas, capazes de iluminar o mundo através de idéias elevadas. E lendo sobre isso, me fiz uma pergunta: O que eu desejo para o resto minha vida? Lembro que desejava ter uma carreira bem sucedida, ter sucesso profissional, morar em SP, conhecer o mundo, ficar ao lado de minha família. E não é que muita coisa eu consegui? Foi tudo meio aos solavancos, sem muita estrutura ou planejamento a longo prazo, tudo no susto, mas, sempre, com muita força de vontade, muita luta e muita coragem.

Eu em três momentos, para celebrar meus 38 anos!

Nesse momento, estou no taxi indo para Bahia. Não escolhi passar meu aniversário em Salvador por vontade própria, mas, sim, por ter uma outra celebração de mais um ano de vida de alguém muito especial, que, por acao, vai acontecer por lá. Mas, aqui, pensando com os meus botões tenho certeza que essa conjunção foi obra de Yemanjá e os orixás, que me chamaram para comemorar essa data de uma maneira especial: no lugar onde eu nasci, com pessoas que eu amo, com as bênçãos do sol e da Baía de Todos os Santos e, principalmente, tendo a possibilidade de agradecer a minha caminhada até aqui na Igreja do Bonfim e na casa de Yemanjá. Estou introspectiva. Mudei muito nesse último ano. Tive que me despir de mim mesma. Tive que ressignificar vários fatores da minha vida e de questões que eu tinha como consolidadas, mas que, olhadas de perto, precisavam de uma revolução.

Precisei me cuidar, me ausentar e, principalmente, selecionar com quem eu posso verdadeiramente contar. Me sinto mais pesada, no sentido de que carrego mais experiências e mais vida vivida, mas, ao mesmo tempo, mais leve. É contraditório eu sei, mas acho que tem a ver com a idade. Tenho me sentido mais velha (rs) e de fato o tempo me trouxe mais maturidade. E isso é bom. A gente aceita as surpresas da vida de uma melhor forma. Entende que para tudo tem hora. Hora de terminar essa carta agradecendo por tantas bençãos, tantas mãos no meu caminho, tantas oportunidades, e, principalmente, por ter ao meu lado o que realmente importa nessa vida: família, saúde e amor. Axé!

Sobre a autora

A baiana Ju Ferrazcomeçou a carreira em Salvador como assessora de imprensa, até migrar para São Paulo, onde trabalhou em diversas empresas de comunicação, criando produtos editoriais exclusivos, projetos especiais de cross media e produção de eventos. Atualmente é diretora comercial, novos negócios e de relações públicas da Holding Clube. Mais do que uma executiva competente, com anos de experiência nas mais diversas plataformas, Ju é a mulher real que não tem medo de se jogar de cabeça em novos projetos e novas ideias ou de expor suas fraquezas. E mais: está longe de se transformar em uma figura idealizada descolada da realidade.

Sobre o blog

Um espaço para pensatas, conversas, divagações e troca de experiências sobre o que é ser mulher nos dias de hoje.