Topo
Ju Ferraz

Ju Ferraz

Categorias

Histórico

Axé: cinco coisas que a gente deve fazer para ter um 2019 mais iluminado

Ju Ferraz

12/12/2018 10h14

Vira e mexe, quando vou pensar nas minhas metas da semana que publico no Instagram- quem ainda não me segue, só clicar aqui – sempre vem à minha mente algo relacionado à espiritualidade. Em momentos difíceis e também nos momentos lindos eu sempre recorro ao plano espiritual. Seja para pedir ajuda ou para agradecer as conquistas da minha trajetória. Eu, como toda boa baiana, fui criada na igreja católica, devota de Santo Antonio, e também sempre estive muito próxima das religiões de matriz africana. Sou filha de Oxum com muito orgulho e respeito, adoradora de Yemanjá e também de Ogum. Nesse fim de semana, aliás, rolou a festa mais linda e esperada do ano no terreiro de pai Tuca Franchini, meu mentor há oito anos. A festa dedicada a Oxum, minha mãe espiritual, é a que tem a energia mais limpa, onde tudo é amor e prosperidade. Não pude estar presente, por conta de questões pessoais, mas minha cabeça e minha energia toda esteve lá. Devo muito a pai Tuca, que sempre me protegeu, me iluminou e cuidou da minha vida. Por isso, me lembrei de pedir a ele cinco coisas que a gente deve fazer para ter um 2019 mais iluminado, menos esquisito e com mais otimismo.

Tuca Franchini e Ju Ferraz: dicas de como entrar 2019 mais leve e energizado

1)Estar em paz com seu interior – cuide do seu corpo, do seu fisico, se alimente melhor, se exercite, mas, antes de tudo isso, tenha cuidado com sua alma, com sua espiritualidade, com sua cabeça e com tudo o que você carrega dentro de si. Equilibre-se, procure encontrar sua paz e estar bem não só com o espelho, mas também com a sua consciência.

2) Ter contato direto com a natureza – mergulhe no mar, no rio, na cachoeira, respire o ar puro da floresta, do campo, pise na grama, tenha plantas em casa. Enfim, tudo é válido para se conectar com a força suprema que só a natureza tem.

3) Ser grato – agradeça por acordar mais um dia, por estar com saúde, por ter comida no prato, por ter um emprego, por ter uma família que te ama, pelos amigos que estão sempre por perto para ajudar. Peça para alcançar graças e realizações, mas não se esqueça de agradecer. Gratidão faz bem pra alma e abre seus caminhos.

Festa de Oxum

4) Entenda que religião é praticar o bem – Deus, seja ele qual for que você acredita, é amor. Por isso, a religião deve servir para fazer o bem, para cultivar o bem, para transformar o mundo em que vivemos em algo melhor, mais pleno e mais especial. Não adianta rezar, ir à missa, ao culto, ao terreiro, à sinagoga e assim por diante e ser uma pessoa racista, machista, preconceituosa com ódio no coração. Faça o que Jesus nos ensinou. Ame o outro como a si mesmo.

5) Se blinde contra a negatividade – Não permitir abusos ou ofensas. Ao menor sinal de desrespeito, denuncie, se posicione, mostre que não é aceitável um ser humano colocar o outro em posição inferior. Somos todos iguais, independente da cor da pela, do gênero, da orientação sexual, política ou do tamanho da sua conta bancária.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

A baiana Ju Ferrazcomeçou a carreira em Salvador como assessora de imprensa, até migrar para São Paulo, onde trabalhou em diversas empresas de comunicação, criando produtos editoriais exclusivos, projetos especiais de cross media e produção de eventos. Atualmente é diretora comercial, novos negócios e de relações públicas da Holding Clube. Mais do que uma executiva competente, com anos de experiência nas mais diversas plataformas, Ju é a mulher real que não tem medo de se jogar de cabeça em novos projetos e novas ideias ou de expor suas fraquezas. E mais: está longe de se transformar em uma figura idealizada descolada da realidade.

Sobre o blog

Um espaço para pensatas, conversas, divagações e troca de experiências sobre o que é ser mulher nos dias de hoje.